https://www.manufaturaemfoco.com.br/wp-content/uploads/2012/04/img-como-ensino-da-eng.jpg

Como o ensino da engenharia tem evoluído no campo da manufatura?



Para falar sobre a evolução do ensino da engenharia nesse campo, Manufatura em Foco entrevistou um dos grandes pesquisadores do tema no Brasil, o professor Nivaldo Lemos Coppini.

Uma das grandes áreas da manufatura é a usinagem. Para falar sobre a evolução do ensino da engenharia nesse campo, Manufatura em Foco entrevistou um dos grandes pesquisadores do tema no Brasil, o professor Nivaldo Lemos Coppini – Doutor em Engenharia Mecânica pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), na qual trabalhou por muitos anos e chegou à Diretoria do Centro de Tecnologia da entidade, entre outros cargos importantes. Como docente e pesquisador, ele realizou uma série de visitas e estágios de curta duração em diversas instituições internacionais Americanas, Inglesas, Alemãs, Espanholas e Japonesas. Atualmente, é professor pesquisador do Centro Universitário Nove de Julho junto ao Departamento de Ciências Exatas, vinculado ao Curso de Engenharia de Produção Mecânica e ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. Foi professor Titular da Faculdade de Engenharia Mecânica e de Produção da Unimep – Universidade Metodista de Piracicaba por vários anos e presidiu a ABEPRO – Associação Brasileira de Engenharia de Produção, na gestão 2002/2003.

MF – Quais foram os grandes eventos que interferiram na elaboração dos cursos e no planejamento das aulas de engenharia da manufatura ao longo de sua carreira como docente?

Acesse e leia a matéria completa:


2 comentários

Adicione o seu
  1. Marcelo Hirai

    Muito esclarecedora a entrevista. Realmente os jovens não têm interesse na parte conceitual infelizemente, como o Professor diz, os conceitos sempre explicarão as coisas novas.

    Obrigado!


Postar um novo comentário