https://www.manufaturaemfoco.com.br/wp-content/uploads/2013/07/img-demitir.jpg

A difícil tarefa de demitir



Todos sabem que ninguém tem a garantia de emprego por toda a vida. Mas isso não significa que as demissões possam acontecer de maneira desmedida ou despreocupada.

Todos sabem que ninguém tem a garantia de emprego por toda a vida. Mas isso não significa que as demissões possam acontecer de maneira desmedida ou despreocupada. Demissões trazem desconforto tanto para quem perde o emprego, quanto para os colegas que continuam na empresa e para quem precisa dar a notícia e executar o processo.

As pessoas que ocupam posições de liderança, cedo ou tarde, se deparam com a necessidade de demitir alguém. E por mais que essa decisão venha da cúpula da empresa, a hora de lidar com as pessoas olho no olho e dizer-lhes que estão dispensadas é uma tarefa individual e intransferível. É uma tarefa que não pode ser delegada. É só sua.

Demitir alguém é uma experiência dolorosa, mas às vezes inevitável. Por isso, é muito importante que você esteja bem preparado para esse momento. A demissão pode (e deve) ser um processo menos traumático para o demitido, para quem precisa dar a má notícia e também para os que ficam na empresa.

Saber conduzir um processo de demissão é dever de todos os líderes! Na hora da contratação tudo é pensado, planejado, aprovado. As empresas investem com rigor na qualificação de seus gestores para que possam ser assertivos na hora de contratar seus empregados, afinal é muito importante saber encontrar a pessoa certa para o lugar certo.

Infelizmente, com as demissões, não se observa o mesmo cuidado: ausência de feedbacks anteriores, economia nas palavras, frieza nas atitudes, falta de clareza quanto ao verdadeiro motivo que originou o desligamento são algumas falhas. As demissões não deveriam ser assim, mas ainda são na maioria das vezes em que acontecem.

Acesse e leia a matéria completa:


Não há comentários

Adicione o seu