https://www.manufaturaemfoco.com.br/wp-content/uploads/2013/07/img-feimafe-2013.jpg

Feimafe 2013 – Menos público e mais qualidade



O público da 14a Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Sistemas Integrados de Manufatura, que ocorreu na primeira semana de junho, em São Paulo, não atingiu a expectativa da organização do evento. Entretanto, alguns expositores consideraram as visitas de melhor qualidade em relação a edições anteriores. Multinacionais e estreantes se destacaram nesta edição do evento, enquanto fabricantes tentaram se manter positivas diante da retomada lenta do setor.

Mais de 68 mil pessoas visitaram a 14a Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Sistemas Integrados de Manufatura, ocorrida entre os dias 03 e 08 de junho, em São Paulo. Segundo os organizadores do evento, 68.170 pessoas percorreram os 85 mil m2 do Pavilhão de Exposições do Parque Anhembi durante os cinco dias de evento. Apesar de não atingir o público esperado – 70 mil –, as 1.466 marcas expositoras puderam divulgar seus produtos, estreitar relações com clientes e fazer novos negócios.

De acordo com a diretora da feira, Liliane Bortoluci, um dos destaques desta edição foi a presença internacional, com empresas originárias de 36 diferentes países. “Recebemos 776 marcas nacionais e 690 internacionais, oriundas de países como Alemanha, Estados Unidos, Inglaterra, Itália, entre outros. Isso demonstra a solidez da economia brasileira, e como o mercado internacional está interessado em fortalecer os negócios e as parcerias com o Brasil”, explica.

Do total de expositores, 37 estrearam nesta edição. Destas, destacam-se as multinacionais e estrangeiras, a exemplo da norte-americana especializada em impressão 3D de peça sem metal, a ExOne. O CEO da empresa, David J. Burns, diz que o evento superou suas expectativas. Em expansão, a empresa pretende se instalar no Brasil até o fim do ano.

O diretor de marketing da japonesa Sumitomo, Lui Nomura, também estava positivo com a estreia na feira. A empresa do setor de ferramentas de corte, que opera em Campinas desde outubro de 2012, está confiante com a prospecção de negócios a partir do evento. “A Feimafe é uma oportunidade para divulgarmos a marca no Brasil”, diz Nomura.

Acesse e leia a matéria completa:


Não há comentários

Adicione o seu