https://www.manufaturaemfoco.com.br/wp-content/uploads/2014/05/img-kennametal-empresa.jpg

Kennametal – Retoma crescimento com vanguarda tecnológica e serviços competitivos



Empresa americana, que na chegada ao país fez grande sucesso com suas classes cerâmicas, entra em 2014 com faturamento próximo a $100 milhões de dólares, ampliando áreas de negócios e expandindo seu mix de produtos e serviços.

Resumo Histórico

Inovação, perseverança e atenção dedicada às necessidades do cliente têm caracterizado a Kennametal desde quando foi fundada. Em 1938, após anos de pesquisa, o metalurgista Philip M. McKenna criou uma liga de tungstênio-titânio para uso na fabricação de ferramentas de corte, que proporcionou um grande avanço de produtividade na usinagem do aço. Deste modo, as ferramentas “Kennametal®”, além de cortar mais rápido, duravam mais tempo em corte, agilizando a manufatura de peças e componentes para a indústria automobilística, aeronáutica e de máquinas. Por conta dessa invenção, Philip fundou a McKenna Metals Company na cidade de Latrobe, no estado de Pennsylvania, a nordeste dos Estados Unidos. Mais tarde, o nome da empresa foi alterado para Kennametal – nome com o qual se tornou conhecida mundialmente, consolidando sua posição de destaque entre as marcas líderes no mercado de manufatura mecânica. Ainda hoje a matriz se localiza em Latrobe.

“Produtividade”, alternativa única para qualquer indústria que anseie por crescimento e lucratividade em tempos de instabilidade econômica.

A McKenna Metal’s, que em seus primeiros anos contava com apenas 12 empregados e um faturamento que girava em torno dos $30,000 ano, durante a Segunda Guerra Mundial experimentou um enorme desenvolvimento em função do crescimento da indústria pesada americana no período, elevando, assim, seu faturamento anual à casa dos $10 milhões, aumentando o seu contingente de trabalhadores para quase 900 pessoas, dada a intensa necessidade de ferramentas para mover a indústria bélica daqueles tempos de economia de guerra.

Com o fim da guerra, a Kennametal, por meio de suas pesquisas, encontrou novas aplicações para explorar a dureza e a resistência ao desgaste das ligas de carboneto de tungstênio. Em meados da década de 1940, a empresa foi pioneira no uso de ferramentas de carboneto de tungstênio para a mineração, o que levou ao desenvolvimento da máquina de mineração contínua. A empresa também desenvolveu a aplicação dos carbonetos de tungstênio em aplicações especiais, em que a resistência ao desgaste fosse vital, como em assento de válvulas, colo de matrizes, brocas e lâminas de caminhões para movimentação de neve.

Acesse e leia a matéria completa:


Não há comentários

Adicione o seu